Siga

Siga por Email

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Estudantes já estão usando netbooks doados pela Prefeitura de Maricá

Apenas dois dias depois de terem recebido 2.300 net-books de um total de 14 mil unidades que serão distribuídos como recurso para estudos, estudantes da rede municipal de Maricá já utilizam o equipamento em sala de aula e em casa. A entrega dos equipamentos se deu na E.M. Joaquim Eugênio, na Mumbuca, que inaugurou no mesmo dia a reforma e ampliação de suas dependências. Dez das 47 escolas municipais participaram do evento, que contou com a presença do prefeito Washington Quaquá, do secretário de Educação Marcos Ribeiro, demais secretários e convidados.
Além da Joaquim Eugênio, alunos da E.M. Carlos Magno Legentil de Matos, no Centro, não só se declararam contentes por receber o computador portátil, como provaram sua satisfação levando o equipamento para sala de aula. Segundo depoimentos, os estudantes estão utilizando o mini-computador em casa e na sala de aula, como ferramenta de apoio nos estudos.
A empolgação com o computador portátil fez com que os alunos já o considerem como parte integrante de sua bagagem. Juliana Nascimento Lima, 11 anos, está no 5º ano do Ensino Fundamental. Moradora da Mumbuca, Juliana tem um irmão em idade escolar, que ainda receberá o computador.
“Estou adorando. Já estudei Português através de um programa gravado, e vou aproveitar para aprender um pouco mais de Geografia, minha matéria preferida”, disse.
Caio Costa, 12 anos, morador no bairro de Pedreiras, está no 5º ano. Diz que sua matéria preferida é a Matemática, mas que ainda não sabe operar bem o computador e que está esperando a internet gratuita para ter acesso a programas de seu interesse.
Segundo a diretora geral da escola, Fernanda Ribeiro, mais do que um presente, a iniciativa foi um investimento. “Temos 350 alunos. A entrega dos net-books foi um incentivo ao estudo da maioria. Percebemos que o interesse pelas matérias aumentou. Acredito que teremos dentro de alguns anos, uma geração de pesquisadores autodidatas”, afirmou.
Na E.M. Carlos Magno Legentil de Mattos, boa parte dos 665 alunos têm levado o computador diariamente para sala de aula, tamanha a empolgação em usar um equipamento portátil. “Dizemos para eles, que devem trazer o computador apenas quando for solicitado, mas o entusiasmo em usar o equipamento é grande”, diz a diretora adjunta, Fabiana Oliveira.
Arthur de Mello, 17 anos, morador de Araçatiba, é aluno da Educação Inclusiva na E.M. Carlos Magno. Está eufórico com o netbook e diz que a mãe, Tânia, ficou feliz também com a iniciativa da Prefeitura. Arthur gosta de Matemática e está usando o laptop para estudos e jogos educativos.
Thaís Camille, 11 anos, está no 5º ano. Estudiosa, diz que já está fazendo pesquisas e trabalhos com o net-book, que aprendeu a operar com a irmã mais velha. "É fácil e adianta muito no estudo", comenta.
Bryan Vargas, 10 anos, está no 4º ano e mora no Centro. Tem uma irmã, Sthefany Vargas, 16 anos, que é presidente do Grêmio Estudantil do C.E.M. Joana Benedicta Rangel, e que deverá ganhar o seu laptop no próximo dia 10 de outubro. “Agora ficou bem melhor estudar. Tenho internet sem fio (Wi-Fi) e posso estudar os textos de escritores brasileiros. Português é a minha matéria predileta”, diz.
Já Beatriz Julia da Silva, 29 anos, moradora no Caju, é prestadora de serviços do município e aluna da Educação de Jovens e Adultos, na E.M. Carlos Magno Legentil. Ela fala que o computador vai agilizar seu estudo e trabalho. “Com ele, ganho tempo na digitação das matérias, o que vai me ajudar no trabalho também”, completa.

Texto: Fernando Uchôa
Foto: Fernando Silva
Fonte: PMM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Bixo Aki agradece pelo seu comentário, sua opinião é muito importante para nós.
Comentários que contém ofensas e palavrões não serão
aceitos.Por isso reflita antes de fazer qualquer comentário que poderá testemunhar contra você.