Siga

Siga por Email

segunda-feira, 21 de março de 2011

Entidade recolhe e dá assistência a animais perdidos em tsunami no Japão

Críticos questionam cuidado dedicado aos animais em meio a milhares de vítimas humanas da tragédia.

Reportagem sobre resgate de animais emocionou japoneses (Reprodução YouTube)

Em meio a tantas histórias trágicas no Japão, um grupo de cerca de 50 pessoas visita as regiões mais atingidas pelo terremoto e pelo tsunami para dar assistência e recolher bichos de estimação.
Segundo a voluntária Isabella Gallaon Aoki, é grande a quantidade de animais perdidos.
"Muitos são levados para abrigos, mas há também lugares lotados de desalojados que não aceitam animais", contou, à BBC Brasil.
Isabella faz parte do recém-criado Japan Earthquake Animal Rescue and Support, que reúne as entidades Heart Tokushima, Animal Garden Niigata e Japan Cat Network.
Além de remédio, comida e água para os bichos, eles também arranjam novos lares para os que estão desabrigados.
"Já fizemos duas viagens para a região de Sendai, mas precisamos de mais voluntários para levar suprimentos para outras regiões", pediu.
O grupo mantém a página do Facebook atualizada para quem quiser colaborar de alguma forma.
A American Humane Association, Animal Refuge Kansai, World Society for the Protection of Animals, e World Vets também trabalham para ajudar animais vítimas da tragédia.
Abandono
Isabella conta que nas regiões que foram evacuadas, próximo da usina nuclear de Fukushima Daiichi, muitos animais de estimação foram deixados para trás.
"É muito cruel. Vamos dar um jeito de ir até lá e buscá-los", falou.
Críticas também não faltam ao grupo. Muitos questionam por que se preocupar com animais diante de um drama que afeta tantas pessoas.
"Há os que estão ajudando humanos e nós, os bichos. Todos precisam de ajuda", responde.
Na página do Facebook criada pelo grupo, uma história ganhou popularidade entre os seguidores. Shane, um cachorro da raça Akita conseguiu sobreviver ao tsunami e reencontrou o dono.
Ele foi deixado solto no quintal enquanto o japonês avisava os vizinhos para deixar suas casas. Mas ele não conseguiu voltar a tempo, pois a onda gigante estava se aproximando rapidamente.
Seis horas depois, Shane apareceu no abrigo montado numa escola pública.
"Ele nunca esteve no local antes, mas seu instinto, de alguma forma, o guiou até lá", descreve a história contada no Facebook.
Lealdade
Durante a semana, a história do cachorro encontrado em Arahama, na província de Sendai, também emocionou os japoneses.
O vídeo feito por uma equipe de tevê japonesa virou sucesso no YouTube.
O vídeo mostra a reportagem caminhando pela cidade destruída pelo tsunami quando se depara com um cão de cor marrom.
Ele se aproxima e começa a latir. Volta então para perto de um latão de metal, onde há outro cachorro, de cor branca, deitado.
"Será que está morto?", pergunta o repórter. "Ele parece estar com medo e parece estar protegendo o outro cachorro. Espero que ele esteja bem", comenta.
Só então, o jornalista se dá conta do que o cachorro está fazendo e se emociona ao ver a lealdade do animal, que não abandona o parceiro ferido.
"Ele está protegendo o outro cão e por isso não quis que nós nos aproximássemos", comenta. "Está tentando nos manter afastados."
Enquanto o animal se mexe com dificuldades, o repórter pede para que eles sejam resgatados logo.
"É incrível como eles sobreviveram ao terremoto e ao tsunami", fala o repórter, com a voz embargada. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.
Fonte: O Estadão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Bixo Aki agradece pelo seu comentário, sua opinião é muito importante para nós.
Comentários que contém ofensas e palavrões não serão
aceitos.Por isso reflita antes de fazer qualquer comentário que poderá testemunhar contra você.